Only Darkness
Seja bem vindo, se você já é cadastrado faça o login para acessar o fórum, caso contrário registre-se!
Últimos assuntos
» 2014
Dom 5 Jan 2014 - 19:07 por AndBecker

» Chat: E ae galera, como vão?
Qua 16 Out 2013 - 19:13 por Anjjeperura

» Espadas, Honra e Sangue - Canto I de Allen
Sex 6 Set 2013 - 18:16 por Rolador de Dados

» A investida do leão - Canto I de Daewron
Qua 28 Ago 2013 - 0:22 por Miac

» Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir
Sex 28 Jun 2013 - 10:35 por Stian

» Capítulo 2 - Ato II - The Choice
Qui 27 Jun 2013 - 18:51 por Oliveira

» Canto II - Le ciel noirci
Qui 27 Jun 2013 - 10:27 por Anjjeperura

» Canto II - Ma faim suce votre vie
Qui 27 Jun 2013 - 9:37 por Miac

» Canto II - La tête du corbeau
Qua 26 Jun 2013 - 18:29 por Danto

» Capítulo 3 - Ato III - Numb
Sab 15 Jun 2013 - 10:21 por Miac

» ─ Capítulo I, Ato I, II e III ~ Segredos do Avatar. ─
Sex 14 Jun 2013 - 1:57 por Danto

» ─ Capítulo I, Ato I, II e III ~ Despertando Através do Oculto. ─
Seg 10 Jun 2013 - 17:57 por Anjjeperura


Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Ir em baixo

Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Danto em Ter 4 Jun 2013 - 15:51



Paris, 12 de Março de 2012. Vaugirard, décimo-quinto arrondissement. Hotel Abaca Messidor.


O décimo quinto arrondissement é situado na porção esquerda do rio Senna, e divide o distrito de Montparnasse como séxto e décimo-quarto arrondissement. Tendo como plano de fundo o belíssimo cenário do arrondissement da torre Eiffel e em várias localizações dentro do mesmo, era possível ver a famosa torre que atraia tantos visitantes por ano à Paris. Mas na realidade, esse cenário significava pouco para o alemão que já se encontrava impaciente dentro do carro. Todos se mantinham em silêncio, inclusive Gerrad. Até que por fim, finalmente o carro dirigido por Mathias estacionava na entrada de um prédio, que logo revelou-se como um hotel. Enquanto Gerrad e Mathias ainda permaneciam no carro, Brigette olhou para Stephan e fez um breve sinal indicando para que o mesmo à acompanhasse. No hall de entrada do hotel, ambos esperaram por Gerrad, o malkaviano caminhou até o recepcionista e após uma rápida conversa, os quatro cainitas estavam novamente confinados em um espaço pequeno, um elevador. Este por sua vez, parou no 4º andar. Gerrard caminhou até o 403 e abriu a porta, mas sem antes deixar de olhar para todos os cainitas presentes no corredor e sorrir de forma debochada.
-Acabou a greve de silêncio, talvez vocês possam até me odiar por alguns segundos durante todas as horas que passaremos juntos, mas realmente espero que este bando faça o que deve ser feito com louvor. Venham, vamos conhecer os outros!
Enfim, a porta se abriu e revelou o seu interior luxuoso. Sentado na poltrona de couro que era vista claramente da porta, estava um homem pequeno, com um charuto em mãos e pernas cruzadas de maneira formal. Ele olhou diretamente para Gerrad e em seguida para todos que entravam, parando os olhos sobre a imagem de Stephan e sorrindo de maneira descontraída, levando o charuto à boca e mantendo-se em silêncio. Com o barulho de todos entrando no apartamento, uma linda mulher surgiu no corredor, aparentemente saindo de um quarto, levando a mão à cintura e olhando para todos.
-Prazer em conhece-los, sou Alestra. Este é o Ian...


Spoiler:
Ian "Razors"


Alestra Linz


Última edição por Danto em Sab 15 Jun 2013 - 1:03, editado 1 vez(es)

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Stian em Ter 4 Jun 2013 - 18:26

Por incrível que parecesse, o imenso Brujah manteve-se quieto durante o trajeto até o hotel, mencionou a primeira palavra apenas após todos estiverem no mesmo recinto:

- Pode parar bonitinha, eu já saquei que todo mundo aqui se conhece, eu que sou o idiota desinformado da história. Você é a tal demolidora, espero esperançosamente que não estejamos falando de construção civil, e esse cara deve ser aquele que faz o trabalho sujo, ponto para a Alemanha?

Apesar da serenidade durante o trajeto, o ancillae não gostava de burocracias, seu espírito livre ansiava por ação e toda aquelas apresentações lhe faziam querer enfiar uma estaca em cada um daquele grupo, principalmente no Malkaviano que sem motivo aberto lhe irritava profundamente. Afinal, ele seria o líder daquele grupo, ordens haviam sido dadas e com certeza aqueles Membros não discutiriam com o Príncipe sobre a condição de Stephan como líder.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Danto em Sex 14 Jun 2013 - 1:41

Gerrard deu algumas boas gargalhadas ao ouvir a expressão "ponto pra Alemanha", atravessando a sala e caminhando para o interior do apartamento resmungando algo que parecia como "que tonto, mal sabe ele que é sempre ponto para a Grifinória". Por outro lado, a mulher que havia falado anteriormente esboçou um pequeno sorriso desconfortável e balançou a cabeça positivamente. Já Ian resmungou de imediato.
-Entendo-lhe perfeitamente meu caro, também desejei a morte do Gerrad de maneiras incontáveis quando cheguei na cidade e fui abordado por esta idealização de grupo de caça. Não sei quem foi o débil que determinou tamanha responsabilidade por um neurotico esquisofrênico... Mas enfim, burocracias da família...
Por fim, Brigette tomou à frente no diálogo enquanto Mathias e Alestra sentavam-se no sofá encostado na parede.
-Creio que já deva ser a hora de expor ao nosso futuro líder de grupo qual será nossa principal função não é mesmo?!
Mathias balançou a cabeça positivamente, assim como todos os demais. Gerrard que agora voltava à sala sorria de forma infantil e abriu os braços o máximo que conseguia.
-Nós vamos destruir os Ventrue locais!

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Stian em Sex 14 Jun 2013 - 17:12

- Tá, peraí coisinha linda! Gostei que finalmente decidiram me contar essas coisas, mas como assim destruir os Ventrues? Acho que vocês e o merda do Príncipe devem lembrar que eles fazem parte da Camarilla, não? Eles estão do lado "branco" da coisa, não é mesmo?

Disse o gigante, que apesar de desconfortável com a missão, aproveitou para piscar para Brigette.

Stephan não sentiu-se bem com a noticia, não era medo, não era temor, não era falta de compreensão, não era irritação, era respeito. Nos anos como cainita, aprendeu a respeitar diversas famílias e entre estas estava a dos Sangue Azul, apesar de não fazerem seus inimigos em pedaços durante uma luta, podiam muito bem colocar fogo em seu refúgio durante o dia, manipulando os milhares de carniçais que possuíam, ou na melhor das hipóteses, controlar sua mente e fazer você lamber o próprio saco.

- Quem concebeu essa maldita ideia? E por favor, digam que não foi Gerrard...
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Danto em Sab 15 Jun 2013 - 1:38

Gerrad encheu o peito para responder, mas a reação rápida de Brigette fora tão voraz, que o malkaviano teve a descencia de manter-se em silêncio diante a frase que se seguiria daquela pequena mulher.
-Veja bem, não é exatamente como Gerrad colocou. Não somos idiotas conduzidos por idiotas maiores que simplesmente atacariam os Ventrue sem nenhuma problemática. A questão é muito sutil... Existe um plano construído pela Família Toreador e Brujah de manter a influência Ventrue fora de Paris. Essa seria nossa função básica. Além é claro de cumprir com a fachada de "grupo de caça auxiliar e especial". Você será o líder em campo de batalha, eu fora do mesmo. Sendo assim, devo adiantar à todos que não existem informações adicionais. Eu e o líder de campo devemos nos encontrar com o Príncipe.

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Stian em Sab 15 Jun 2013 - 14:22

Stephan apenas observou por alguns instantes o rosto belo de Brigette, por de trás de seus óculos escuros, seus olhos estavam fixos nos dela, havia gostado da atitude da mesma.


- Bom, não posso negar que acho essa ideia dos clãs Brujah e Toreador um tanto, digamos, estranha. Mas somos soldados, e soldados seguem ordens, apesar de poder escolher entre cumpri-las ou não. Atacaremos os Sangue Azul na sociedade que controlam? Ou atacaremos diretamente no campo de batalha, caçando-os como cães e jogando-os às fogueiras?


"Isso não me cheira bem, mas a boneca tem razão, não somos idiotas...mas tirar todo um clã de grande influência, dos domínios consolidados provavelmente a séculos, não vai ser algo leicht*..."


* Fácil, em alemão.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Danto em Qua 26 Jun 2013 - 18:18

-Infelizmente não faremos ataques frontais contra os Ventrue. Não possuímos tal justificativa e tal ato poderia acarretar uma caçada de sangue contra nós, e contra nossas famílias.
Disse Briget, que complementou.
-Digo, contra à família de vocês. Já que não a minha não pertence à Camarilla...
Um breve momento de silêncio preencheu o populoso apartamento, a maioria parecia um pouco desconfortável com a missão, afinal, a mesma parecia pouco clara ao olhos de todos. E foi assim que Gerrad voltou a falar.
-Acho que preciso explicar à vocês sobre a Noite de São Bartolomeu. Assim, creio que todos irão compreender exatamente as razões pelas quais o Príncipe nos reuniu. Mas antes, eu gostaria de pedir desculpas à todos. Gerrad contou algumas verdades e mentiras desconstruídas e pouco construtivas a todos vocês, digo, Gerrad não foi claro com nenhum. É até mesmo por isso que estou tomando conta da situação, pois a história que vou lhes contar é essencialmente importante. Todos prontos?

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Stian em Sex 28 Jun 2013 - 10:35

Quanto ao comentário de Briget, Stephan apenas ergueu uma das sobrancelhas por de trás dos óculos escuros. Comentários sobre famílias, nunca haviam lhe chamado a atenção, pois Brujah eram conhecidos como ralé, e a ralé não possuía famílias e sim bandos ou mesmo gangues.

- Mentiras e verdades desconstruídas? Não deve estar falando sério, seu lunático...E outra coisa, se não haverão ataques, qual será minha participação nesta "Equipe"? Veja bem, conforme a beleza ali falou, serei o líder no campo, qual campo? Se vamos ficar jogando suco de uva nas roupas bonitas dos Ventrue...

Stephan estava irritado, fechou o punho direito a frente do corpo fazendo com que todos os nós dos dedos estalassem em uníssono.

avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum