Only Darkness
Seja bem vindo, se você já é cadastrado faça o login para acessar o fórum, caso contrário registre-se!
Últimos assuntos
» 2014
Dom 5 Jan 2014 - 19:07 por AndBecker

» Chat: E ae galera, como vão?
Qua 16 Out 2013 - 19:13 por Anjjeperura

» Espadas, Honra e Sangue - Canto I de Allen
Sex 6 Set 2013 - 18:16 por Rolador de Dados

» A investida do leão - Canto I de Daewron
Qua 28 Ago 2013 - 0:22 por Miac

» Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir
Sex 28 Jun 2013 - 10:35 por Stian

» Capítulo 2 - Ato II - The Choice
Qui 27 Jun 2013 - 18:51 por Oliveira

» Canto II - Le ciel noirci
Qui 27 Jun 2013 - 10:27 por Anjjeperura

» Canto II - Ma faim suce votre vie
Qui 27 Jun 2013 - 9:37 por Miac

» Canto II - La tête du corbeau
Qua 26 Jun 2013 - 18:29 por Danto

» Capítulo 3 - Ato III - Numb
Sab 15 Jun 2013 - 10:21 por Miac

» ─ Capítulo I, Ato I, II e III ~ Segredos do Avatar. ─
Sex 14 Jun 2013 - 1:57 por Danto

» ─ Capítulo I, Ato I, II e III ~ Despertando Através do Oculto. ─
Seg 10 Jun 2013 - 17:57 por Anjjeperura


Prologo - Uncle Louis Izembá

Ir em baixo

Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Stian em Qua 30 Mar 2011 - 9:10



Quarta-Feira - 09:35 p.m. - Em algum lugar oculto do Bronx - New York City.



Lá na parte sul do Bronx é onde supostamente estava localizado o templo de Izembá, haviam vários seguidores que todas as sextas-feiras dirigiam-se até lá para receberem seus ensinamentos e terem suas conexões espirituais reforçadas. Durante os outros dias o lugar era habitado apenas pelo próprio Izembá e alguns carniçais fiéis a ele próprio. Assim como seus carniçais, inúmeras serpentes talvez contrabandeadas de diversos locais do mundo ostentavam suas orgulhosas cores vivas por entre os inúmeros corredores abandonados, quanto mais cor, mais veneno, uma picada e um humano seria reduzido a um cadáver em alguns segundos.

Porém, o visitante que já era esperado pelo ancião das serpentes não era sutil, caminhava forte e determinado por entre a maioria daqueles animais peçonhentos, elas chiavam ao passarem perto dele, não gostavam de sua presença, pois ele expirava maldade.

O homem forte e de constituição definida, negro como o próprio anfitrião Louis, já havia chegado ao quinto e ultimo andar daquele pequeno prédio. No ultimo andar encontrava-se o Ancião, aquele era seu refúgio.



Então, lá estava James Von Ghiwty, ou como todos o chamavam "Von". Ele era o lider do bando de caça e estava ali para fazer perguntas como sempre fazia durante centenas de meses ao longo da estadia do Ancião serpente ali.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Fernando Fiorin em Qua 30 Mar 2011 - 20:53

Louis conhecendo a reputação do ancião sente passar um arrepio leve em sua espinha e tenta não suar sangue demonstrando seu nervosismo. Ele pensava em quantas e quantas vezes ainda teria que servir àquela seita tão exigente até que sua importância fosse reconhecida. Escondendo prontamente o nervosismo ele olha solenemente para o ancião e diz:

- Boa noite Monseur, o senhor me parece um pouco preocupado. Existe algo em que eu e meus servos possamos ser úteis para o senhor e para nossa amada seita?
avatar
Fernando Fiorin
Sociável
Sociável

Mensagens : 10
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 40
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Stian em Qui 31 Mar 2011 - 15:32

- Boa noite Louis, na verdade existe algo que você poderá fazer por mim e pelo Bispo. Há rumores que seus amigos Tremere estão tentando criar uma nova Capela aqui nas proximidades, querem aprender mais sobre o vodoo local. Dizem as más línguas que vieram de Nova Orleans.

Von era um homem direto, enquanto falava encarava diretamente Louis, nos olhos, sem medo de poderes vampíricos ou outros tipos de truques que os cainitas costumavam usar. Afinal, sua velocidade era por vezes muito mais util do que sua força de vontade.

As serpentes podiam ser ouvidas nos andares inferiores, não gostavam nem um pouco do visitante. Até mesmo os carniçais servos de Louis sentiam-se amedrontados frente ao ancião do Sabá.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Fernando Fiorin em Qui 31 Mar 2011 - 18:58

Louis ouve cada palavra de Von de uma forma concentrada. Quando ele ouve a palavra "Tremeres" seus olhos piscam algumas vezes mas ele tenta evitar qualquer sinal de fraqueza ou dubialidade na voz.

- Meu caro Von, eu vou investigar essa suposta capela. Quando descobrir qual é a situação o senhor será o primeiro a ficar sabendo.

Tentando não transparecer emoção alguma na voz Louis pergunta ao Von de uma forma aparentemente inocente:

- Se os boatos forem verdade devo lidar com eles como de praxe? Ou o Senhor tem algo em mente para os feiticeiros?
avatar
Fernando Fiorin
Sociável
Sociável

Mensagens : 10
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 40
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Stian em Sex 1 Abr 2011 - 13:59

- Algo em mente? Destrua-os Louis, ou mesmo afaste-os daqui. Tome cuidado, deve saber melhor do que eu o que eles podem fazer juntos. E outra coisa, o líder da suposta nova Capela, é o senhor daquela moça que você corrompeu....

Von possuía um olhar penetrante, talvez até demais, por vezes era assustador até mesmo para o ancião das serpentes.

- Mas antes de ir, me lembro que meu camarada Will possui informações mais concretas, deveria procurá-lo. Parece uma piada, mas ele normalmente fica no Snake's Eye, aquele bar punk próximo a divisa com o território da Camarilla.

Von então decidiu que já estava na hora de se retirar, então ele logo começa a descer a grande escadaria do templo de Izembá.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Fernando Fiorin em Sex 1 Abr 2011 - 19:07

Izembá espera o ancião se retirar e chama um de seus servos mais confiáveis. Ele pede para ele trazer dois bons rapazes para acompanhá-lo até o bar. Depois de se arrumar colocando uma roupa social Louis parte para o Sneak's Eye com os rapazes devidamente lhe escoltando. Louis tenta chegar de forma discreta utilizando um veículo comum para não chamar a atenção e entrando no bar tenta perceber a movimentação do local.
avatar
Fernando Fiorin
Sociável
Sociável

Mensagens : 10
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 40
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Stian em Qui 7 Abr 2011 - 20:50

Adentrando o local, Louis não se surpreende, realmente é a pocilga que pensava que era. Muitos homens bebados gritando e se esbofeteando por todos os lados, uma musica que Louis nunca ouvira na vida e também um homem de aparência velha sentado em um canto do balcão, em sua volta estavam três lindas mulheres, e Louis não teve como não perceber, ele era um Membro.

Talvez fosse Will, talvez não. Os seguranças de Louis apenas olhavam a todos, medindo o risco que poderia haver naquela pocilga cheia de ratos.

Off: Velho homem
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Fernando Fiorin em Sex 8 Abr 2011 - 19:03

Louis olha em volta e resolve se aproximar do velho. Ele fala discretamente para os seus lacaios ficarem olhando o movimento e chega até a mesa do homem e faz uma saldação.

- Boa noite, o senhor por acaso seria o amigo de Von que todos conhecem como Will? Von me disse que o senhor poderia me ajudar com uns assuntos que tem incomodado nossa familia. Claro que estou disposto a negociar o que o senhor tenha para me falar. Isso, claro, se o que o senhor falar valer a pena.

Louis da um sorriso cordial para mostrar que não esta ali de brincadeira mas tão pouco é uma ameaça para o sujeito.
avatar
Fernando Fiorin
Sociável
Sociável

Mensagens : 10
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 40
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Stian em Seg 11 Abr 2011 - 10:35

- Muito afiadas as suas palavras meu jovem, mas de onde venho normalmente os curiosos se apresentam antes de iniciarem suas perguntas, mas acho que estou ficando surdo, porque não ouvi você se apresentar.

O homem apresentava um sorriso sarcástico enquanto apalpava duas das belas mulheres que o cercavam enquanto uma terceira começava a encher novamente o copo do homem.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Fernando Fiorin em Seg 11 Abr 2011 - 21:21

Louis ri de uma forma divertida com o comentário do senhor...

- Haha, jovem, não me chamam assim a muito tempo... mas o senhor tem razão... fui mal educado... me chamo Louiz e vivo no Bronx. O senhor Von me procurou e disse que o senhor, se por acaso o senhor for o homem chamado Will, poderia me ajudar. Então eu pergunto, por favor, o senhor poderia me ajudar?

Louis tenta falar de uma forma mais formal para mostrar que não quer rodeios mas também tenta ser o menos desesrepeitoso possível.
avatar
Fernando Fiorin
Sociável
Sociável

Mensagens : 10
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 40
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Stian em Sab 23 Abr 2011 - 21:31

- Ora, ora.....Eu conheço um Von, ele é meio esquentadinho e também vive arranjando encrencas, mas irei lhe ajudar sim. Podemos conversar lá fora Sr. Louis?

Ele levantava-se, sua postura era ereta e parecia não sofrer com a idade que aparentava, movia-se como um adolescente, tratando-se de agilidade e desenvoltura.

Com um gesto o homem ordenou que as mulheres fossem fazer qualquer outra coisa, enquanto dirigia-se até a porta do Snake's Eye.
avatar
Stian
Narrador
Narrador

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 28
Localização : Esteio - RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Fernando Fiorin em Dom 24 Abr 2011 - 20:07

- Sem problemas Brow!

Louis acompanha o homem até a saída, mas com os olhos indica para os seus amigos ficarem espertos com a movimentação.
avatar
Fernando Fiorin
Sociável
Sociável

Mensagens : 10
Data de inscrição : 27/03/2011
Idade : 40
Localização : Londrina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por AndBecker em Ter 17 Abr 2012 - 23:01

Prezado Narrador, por conta da re-organização do fórum excluiremos as cronicas inativas. Se houver algum material importante que ainda não esteja salvo, essa é hora. Em 1 quinzena cancelaremos a cronica.

_________________



avatar
AndBecker
Fundador
Fundador

Mensagens : 75
Data de inscrição : 10/03/2011

Ver perfil do usuário http://onlydarkness.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prologo - Uncle Louis Izembá

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum