Only Darkness
Seja bem vindo, se você já é cadastrado faça o login para acessar o fórum, caso contrário registre-se!
Últimos assuntos
» 2014
Dom 5 Jan 2014 - 19:07 por AndBecker

» Chat: E ae galera, como vão?
Qua 16 Out 2013 - 19:13 por Anjjeperura

» Espadas, Honra e Sangue - Canto I de Allen
Sex 6 Set 2013 - 18:16 por Rolador de Dados

» A investida do leão - Canto I de Daewron
Qua 28 Ago 2013 - 0:22 por Miac

» Canto II - Vous pouvez ne pas aimer l'avenir
Sex 28 Jun 2013 - 10:35 por Stian

» Capítulo 2 - Ato II - The Choice
Qui 27 Jun 2013 - 18:51 por Oliveira

» Canto II - Le ciel noirci
Qui 27 Jun 2013 - 10:27 por Anjjeperura

» Canto II - Ma faim suce votre vie
Qui 27 Jun 2013 - 9:37 por Miac

» Canto II - La tête du corbeau
Qua 26 Jun 2013 - 18:29 por Danto

» Capítulo 3 - Ato III - Numb
Sab 15 Jun 2013 - 10:21 por Miac

» ─ Capítulo I, Ato I, II e III ~ Segredos do Avatar. ─
Sex 14 Jun 2013 - 1:57 por Danto

» ─ Capítulo I, Ato I, II e III ~ Despertando Através do Oculto. ─
Seg 10 Jun 2013 - 17:57 por Anjjeperura


Fichas de Personagens

Ir em baixo

Fichas de Personagens

Mensagem por Danto em Sab 20 Abr 2013 - 22:20

-Nome: Thomas Chevallier
-Jogador: Fractius
-Natureza: Autocrata
-Comportamento: Excêntrico
-Clã: Ventrue
-Seita: Camarilla
-Geração: 9ª
-Refúgio: Hotel Temporário no Centro de Paris.
-Conceito: O Escolhido de Sangue-Azul.
-Defeito de Clã: Thomas bebe Vitae apenas de prostitutas ou jovens que sofream abusos sexuais de olhos claros entre 16 a 30 anos.

-||Atributos||-

─ Físicos ─
Força: ◘◘
Destreza: ◘◘
Vigor: ◘◘

─ Sociais ─
Carisma: ◘◘◘
Manipulação: ◘◘◘◘
Aparência: ◘◘◘◘

─ Mentais ─
Percepção: ◘◘
Inteligência: ◘◘◘
Raciocínio: ◘◘◘

-||Habilidades||-

─ Talentos ─

Prontidão: ◘◘
Esportes:
Briga:
Esquiva:
Empatia: ◘◘
Expressão:
Intimidação: ◘◘
Liderança: ◘◘◘
Manha: ◘◘
Lábia: ◘◘◘

─ Perícias ─

Empatia c/Animais:
Ofícios:
Condução: ◘
Etiqueta: ◘◘
Armas de Fogo:
Armas Brancas:
Performace: ◘◘
Segurança:
Furtividade:
Sobrevivência:

─ Conhecimentos ─

Acadêmicos:
Computador:
Finanças: ◘◘◘
Investigação: ◘
Direito: ◘◘
Linguistíca: ◘
Medicina:
Ocultismo:
Política: ◘◘
Ciência:

-||Vantagens||-

─ Disciplinas ─

- Dominação: ◘
- Presença: ◘
- Fortitude: ◘
─ Antecedentes ─

- Recursos: ◘◘◘◘
- Status: ◘◘
- Influência: ◘◘
- Lacaios: ◘
- Geração: ◘◘◘◘
- Prestígio de Clã: ◘

─ Virtudes ─
Consciência/Convicção: ◘◘◘
Autocontrole/Instinto: ◘◘◘
Coragem: ◘◘◘◘

─ Caminho ─

- Humanidade: ◘◘◘◘◘.◘
─ Força de vontade ─

◘◘◘◘◘.◘◘◘

─ Qualidades e Defeitos ─

- Voz Encantadora (-2)
- Líder Nato (-1)

- Vício (Nicotina e Maconha) ( +3 )
- Intolerância (Mendigos) ( +1 )
- Recém-Chegado (+1)
- Senhor Diabólico (+1)
- Inimigo (Seu Senhor) (+2)

┼ Descrição do Personagem ┼

- Cabelo: Louro Claro
- Cor dos Olhos: Verdes Escuros.
- Altura: 1,82 Metros.
- Peso: 81 Kg.
- Idade Real: 60 Anos.
- Idade Aparente: 28 Anos.
- Nacionalidade: Britânico.
- Cor de Pele: Caucasiano
- Imagem:


† Prelúdio de Thomas Chevallier †

Nasceu no dia 30 de Setembro de 1940 em Londres. Exatamente em Westiminster. Thomas Chevallier, libriano de natureza e personalidade. Não nasceu no berço de ouro, mais seus pais eram pessoas de grande porte, seu pai britânico Robert Chevallier bancário e chefe do baronato de Westminster. Sua mãe Francesa Amélia Lioncourt secretária do primeiro ministro de relações de importação e exportação da cidade de Londres. Moravam em uma casa maravilhosa perto do Big Bang, tinha uma linda vista para o relógio. Thomas estudou nos melhores colégios, era um garoto bastante inteligente e malandro dês de cedo. Seu segundo nome era dinheiro. Sempre gostou de dinheiro, dês de criança, sair com as meninas de sua classe, ganhou seu primeiro carro, um impala preto zero, quando completou seus 16 anos de idade. Claro, não era só vida boa, seus pais cobravam muito dos estudos do garoto que sempre manteu suas notas no auge.

Passou-se alguns anos, começou a fazer faculdade de administração, mais em relação aos estudos ficou com menos vigor, pois começou a ir para o lado da putaria nitidamente dizendo. Sair para beber. Cada noite era uma mulher nova em sua cama. Matava aulas pois estava ainda de ressaca, coisas do cotidiano. Então seu dinheiro aos pouco foram sendo cortados pelos pais, mas sempre que pedia, sua arte de convencer seus pais, não só eles, a todos era impecável. No fundo seus pais o amavam, e não conseguiam negar sempre. Thomas era impulsivo, começou a usar drogas leves, como a maconha e o famoso chá de cogumelo. Estava ficando pirado com sua vida, putaria e dinheiro. Sempre gostou de frequentar Cassinos, bordéis com seus amigos da faculdade. Então para dar felicidades aos pais, teve uma ideia não tão agradável.

Já tinha quase seus vinte anos de idade, estava preste a terminar sua faculdade, teve um tempo que lutou nos estudos para manter as notas para passar pelos períodos que cada mês e ano, ficava mais e mais difícil. Então desistiu da faculdade, seus pais se enlouqueceram, já estava ficando viciado nas drogas, seus pais não estavam conseguindo controla-lo direito. Então em um acidente de avião, seus pais estavam indo viajar à férias. Ele caiu e morreu todos os passageiros, inclusive seus pais. Thomas ficou muito deprimido, um bom tempo mesmo, até largou as drogas para não se viciar de vez e se perder na vida. Recebeu a herança de seus pais, estava um adolescente milionário, filho único, como gostava de jogos e putaria, pensou. Vou abrir um negócio e lucrar mais. Thomas começou a entrar com seu dinheiro na bolsa de valores, investiu em empresas menores para que cresça no mercado, e montou alguns Cassinos pela cidade e comprou alguns bordéis locais e os melhorou com seus investimentos, contratou prostitutas de outros paises, estava realmente lucrando com tudo isso. Ficou assim por cinco anos, quase aos seus vinte cinco anos, como tudo aconteceu e o inicio da inveja e maldição.

Thomas nesse tempo, mas dinheiro, mais mulheres, tudo que qualquer tipo de homem mesmo o mais santo entre eles, gostam. Conheceu uma mulher por sinal, seu nome era Anna Becker, sua advogada que ajudava-o nos negócios do jovem. Eles começaram a ter um caso, Thomas começou a se acalmar, pois estava gostando de verdade de sua advogada e a mesma coisa ela de Thomas, ela era um ano mais nova do que o milionário. Então em 21 de Outubro de 1967, resolveram se casar, dois anos depois de relação. Thomas continuou nos negócios, Anna virou sua mulher então acabou abandonando o seu cargo, então encontrou um misterioso advogado chamado Paul McWillians, era considerado um dos mais caros e um dos melhores da cidade, realmente ele era. Os negócios foram aumentando drasticamente, vida social mais diferente, tudo ía em paz, até o dia que Thomas tinha que fazer uma viagem a negócios, mas pelos vôos terem sido adiados, iria fazer uma surpresa para sua mulher. Chegando em casa, estranhou algo, era quase meia-noite e na porta de sua casa, estava o carro do advogado. Muito estranho. Então desconfiado entrou de vagar pela porta dos fundos. Começou a escutar risos, sons estranhos vindo do segundo andar, quando chegou lá, sua mulher estava nua e o advogado Paul em cima da mesma, mas era estranho, ela gemia de prazer com os beijos ao pescoço dela. Então Thomas gritou o assustando, aquele sangue na boca do homem que por instinto ele veio para cima de Thomas, ambos tiveram uma briga e o recém-chegado levou a pior, aquilo não era um homem e sim um demônio, com uma pancada na cabeça acabou desmaiando.

Acordaste, com sua mulher vestida com suas vestes de dormir normalmente aos braços de Thomas, não entendeu nada, nenhuma marca no pescoço de sua mulher, talvez tenha sido tudo um pesadelo. Mas sua cabeça ainda doía um pouco e estava machucada. Isso lhe estranhou de mais. Thomas começou a desconfiar, já desconfiava pois o mesmo era um advogado noturno, sempre aparecia nas noites, nunca de dia. Pesquisou profundamente, começou a descobrir coisas que não devia e sua vida começou a se tornar um verdadeiro inferno. Seu advogado por sinal tinha sumido. Não era encontrado em lugar nenhum. Sua mulher não lembrava de nada, achava que o mesmo estava ficando paranoico. Até que Paul apareceu em sua casa do nada, revelando alguns segredos do que ele seria, isso lhe custou quase que sua não-vida. Paul é um Cainita, não qualquer um, pertencia ao Clã dos magnatas da cidade. Um membro importante do clã Ventrue e por sinal um Harpia. Ele foi revelando coisas e que se tornou seu advogado, pois estava interessado nas qualidades dele e no seu porte social, 'economias'.

Depois de começar a trabalhar para ele, virou carniçal primeiramente. Quase três meses depois, pelo seu talento conheceu outros Vampiros sem ser do Clã de seu senhor. Até que foi digno e recebeu o dom da imortalidade. Na época o Príncipe concedeu ao seu senhor para tal feito, sua vida mudou totalmente. Começou a ficar mais malandro, sua vida social mudou, até a morte de sua esposa depois de dois meses já como Cainita. Descobriu que foi o seu senhor que deu a morte de sua esposa. Isso o deixou mal, tentou matar o seu senhor, pois até hoje ele não lhe explicou esses motivos, pediu ajuda a seita, eles deram as costas para o Neófito. Seu senhor era um ventrue renomeado e Harpia da Camarilla, eles iriam acreditar em quem ? Então o Neófito foi esquecendo aos pouco o ocorrido e começou a recorrer seus talentos anteriores. Jogos e mulheres. Dono de vários cassinos e bordéis espalhados, Thomas faz o seu nome e aos pouco ganhando status na Camarilla e dentro do seu clã principalmente.

Com o grande avanço de seus negócios, alguns membros da seita rival queimaram seus negócios, destruíram cassinos e bordéis do mesmo. Isso lhe comoveu bastante. Com a ajuda do Xerife e outros membros deram um jeito nos bastardos. Mas com o tempo reconstruiu tudo aos pouco, por isso Thomas fica na Camarilla, tomando ódio direto da seita rival e de seu senhor. Pois o que ele fez nunca será perdoado. Thomas não bebe o vitae de mendigos, pois uma vez lhe fez tão mal que começou a ter uma certa intolerância com esse tipo de gente. Prefere nem passar muito por perto. Thomas vive mais tempo em seus bordéis e cassinos do que em sua mansão em Westminster, mas as vezes ele aparece por lá. O Neófito transformou uma mulher em sua carniçal com o tempo e aprovação do Príncipe. Ela se chama Natasha McGolber, bela e muito sensual e apaixonada pelo seu senhor. Ela cuida de seus negócios nas partes diurnas e lhe relata tudo ao anoitecer.

Thomas não confia mais em seu senhor, então foi convocado pelo ancião e Primigênie de seu Clã, Dorian McLoud que é dono de várias empresas e dominava todos os Portos que passava pelo grande rio Tâmisa que separa toda a cidade entre o norte e o sul. Ele explicou o problema que Paris vem tendo contra as forças do Sabá e outras seitas rivais. E sua missão em nome dele e de muitos anciões do Clã, pediste para que o jovem com suas habilidades pudesse axuliar os outros membros na forma que lhe vier. E além disso um britânico em Paris para saber o que ocorre na cidade e ajudar contra as forças inimigas. Além disso Thomas viu uma ótima oportunidade de viajar para outro país e expandir seus negócios. Dorian lhe ofereceu um de seus navios de carga a qual foi junto de sua carniçal que cuidava do mesmo nas partes da manhã. Por sorte o navio iria para França, exatamente na costa do país e de lá pegaria um avião para paris. Lá, ele irá saber o que fazer e voltar completamente com a ascensão de uma cidade e membros desconhecidos. Será um novo prazer de conhecimento para o jovem. A viagem demoraria pouco, por isso contratou um professor que estudava a lingua Francesa a qual quase todas as noites aprendia o novo idioma para não se sair mal na França. Thomas já tinha o talento pra língua, mas contratou o mesmo para relembrar, principalmente as gírias do local. Então, começa a não-vida de Thomas Chevallier em uma terra desconhecida.

-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
| Descrição de Antecedentes |
-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
- Recursos: Com seu grande talento em administrar suas Finanças, além da fortuna que recebeste após a morte de seus pais. Seu recursos atual é admistrado em quase boa parte na Europa, principalmente em Londres. Todos seus Cassinos e Bordéis possuem a sua marca principal Chevallier a qual pretende por seus negócios em Paris.

- Status: Como um Neófito promissor ao clã, aos pouco esta subindo os degraus do Clã e ao mesmo tempo da Camarilla. Por isso seu Clã enviou-lhe para a França e ao mesmo tempo, Thomas acha que esta indo direto para a boca do leão. De qualquer forma ele foi, pois um nobre sempre deve manter a pose.

- Influência: Por ser dono em vários bordéis e cassinos, sua influência se direciona ao lado político e nas delegacias locais, através de subornos ou tratamentos vips. Sempre soube se sair bem em vários países diferentes. Seu nome pode ser motivo de glória, mas em Paris, talvez seja um desconhecido e assim planeja aumentar esta influência com toda a sua aptidão.

Lacaio: Natasha McGolber. Sua carniçal totalmente leal e apaixonada por seu mestre. Antes em vida era uma ótima secretária de um escritório de advocacia, após conhecer o membro, sua vida mudou, talvez para melhor. É uma mulher loura de olhos verdes bem claros, um corpo totalmente maravilhoso, seios fartos e uma beleza de arrasar quarteirões. Daria uma ótima modelo se não fosse sua carniçal.
Imagem:


Última edição por Danto em Dom 19 Maio 2013 - 16:27, editado 3 vez(es)

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fichas de Personagens

Mensagem por Danto em Seg 22 Abr 2013 - 19:53

-Nome: Stephan Schneider
-Jogador: Stian
-Natureza: Sobrevivente
-Comportamento: Valentão
-Clã: Brujah
-Geração: 8ª
-Refúgio: Apartamento comum (17° arrondissement)
-Conceito: Antigo errante, agora membro de Grupo de Caça.

-||Atributos||-

─ Físicos ─
Força: ◘◘◘◘
Destreza: ◘◘◘◘
Vigor: ◘◘◘

─ Sociais ─
Carisma: ◘◘◘
Manipulação: ◘◘
Aparência: ◘◘

─ Mentais ─
Percepção: ◘◘◘
Inteligência: ◘◘◘
Raciocínio: ◘◘◘

-||Habilidades||-

─ Talentos ─

Prontidão: ◘◘
Esportes: ◘◘
Briga: ◘◘◘
Esquiva: ◘◘
Empatia:
Expressão:
Intimidação: ◘◘
Liderança: ◘
Manha: ◘◘◘
Lábia: ◘

─ Perícias ─

Empatia c/Animais:
Ofícios: ◘
Condução: ◘◘
Etiqueta: ◘
Armas de Fogo:
Armas Brancas: ◘◘◘
Performance:
Segurança:
Furtividade: ◘◘
Sobrevivência: ◘◘◘

─ Conhecimentos ─

Acadêmicos:
Computador:
Finanças:
Investigação: ◘◘◘
Direito:
Linguística: ◘◘ (Nativo: Alemão; Adicionais: Francês e Inglês)
Medicina:
Ocultismo: ◘◘
Política:
Ciência:
- Conhecimento de clã: ◘◘
- Conhecimento Camarilla: ◘◘
-||Vantagens||-

─ Disciplinas ─
Potência ◘◘◘
Rapidez ◘◘
Presença ◘◘

─ Antecedentes ─
Recursos ◘◘◘
Geração ◘◘◘◘
Contatos ◘◘

─ Virtudes ─
Consciência/Convicção: ◘◘◘
Autocontrole/Instinto: ◘◘◘
Coragem: ◘◘◘◘

─ Caminho ─
Humanidade: ◘◘◘◘◘◘
─ Força de vontade ─
◘◘◘◘◘◘◘◘
─ Qualidades e Defeitos ─
Corpo Grande (4 pts)
Valentão (2 pts) - Guia da Camarilla
Veterano (1 pt) - Guia da Camarilla
Brigão (1 pt) - Guia da Camarilla
Alvo de Recrutamento (-1pt) - Guia da Camarilla
Exclusão de Presa: Homens (-1pt)

┼ Descrição do Personagem ┼

- Cabelo: Preto com mechas claras
- Cor dos Olhos: Castanho-escuros
- Altura: 2,36
- Peso: 120kg
- Idade Real: 254 anos
- Idade Aparente: 32 anos
- Nacionalidade: Alemão
- Cor de Pele: Branca
- Imagem:


┼ Prelúdio do Personagem ┼
Tudo começou em 1790 quando os motores a vapor já não eram mais mitos e a famosa revolução industrial explodia no globo terrestre, um Brujah conhecido como Jean Peter Beck, que na época ocupava o cargo de Xerife de Berlim, no então Principado de um outro membro de mesmo clã, decidiu que precisava de um braço direito, porém ele teria que fazer muito mais do que o Algoz fazia, tinha que atuar tanto nas ruas quanto no campo de batalha frente ao Sabá que na época era praticamente indefeso, pois era concentrado basicamente em Inglaterra e Espanha. O Xerife vagou por toda a Alemanha em busca de uma cria que fosse ávida para as tarefas que possuía pendentes. Até que um dia, em um local menos propício aos nobres da época, em meio a sujeira e podridão das vielas de Hamburgo, ele encontrou aquele que carregaria a marca dos Brujah para a eternidade, seu nome era Stephan, lutava em brigas de rua clandestinas, em troca de algum dinheiro para beber e gastar com mulheres, até que ficasse novamente sem dinheiro e tivesse que lugar de novo. Mas o que mais chamou a atenção foi a maneira de barganha do gigantesco homem, que lidava com os apostadores antes de entrar no ringue improvisado e tratava de calcular tudo a risca para que não perdesse nada, e ele nunca perdia. O corpanzil imenso e musculoso tratava de esmagar e pisotear todos os inimigos, mesmo que fossem eles rápidos, pesados e até mesmo armados com facas, ele enfrentava-os sorridentes, mas desde que a aposta fosse alta.
Então Jean acreditara que havia encontrado sua cria, como de costume, certa noite desafiou seu futuro servo para uma luta, apostou muito alto, o suficiente para que pensassem que era algum investigador procurando por criminosos, então Jean fez o que Stephan não esperava, dobrou a aposta. O gigante investiu contra o Xerife, que facilmente esquivava e sorria para o mesmo, irritando-o. Então o Brujah entrou em ação, utilizando-se de uma força descomunal advinda de seu sangue potente, esmurrou o humano até que sua face e corpo estivessem praticamente em meio ao rubro sangue, o gigante somando todas as forças acertou um incrível direto no queixo de Jean, que astutamente jogou-se ao chão declarando ter sido derrotado. A multidão foi ao delírio e agora Stephan era quase um nobre com o dinheiro que havia recebido, antes que partisse, deixou um recado para o gigante dizendo onde poderia ser encontrado, pois tinha certeza que o mesmo o procuraria.
Duas noites após, Jean recebeu Stephan em seu dormitório e lá lhe explicou tudo que havia acontecido e também sobre sua atual condição cainita. O gigante tentou fugir das presas mortíferas mas por fim sucumbiu ao Beijo e posterior Abraço.
O xerife levou-o a Berlim, onde apresentou a toda a primigênie e Príncipe sua nova cria. Ele cumpriu por algumas décadas todas as funções que lhe haviam sido destinadas e isso serviu para que caísse nas graças do então Príncipe de Berlim, Didieu Reseaux, que achava incrível a maneira que correspondia as tarefas de coação e também intimidação de Membros para a apresentação, tão bem quanto o próprio Algoz. Então a guerra entre os jovens Estados Unidos e a Inglaterra serviu para camuflar uma batalha de conquista pela costa dos EUA, entre a Camarilla e o jovem Sabá, o Príncipe então ordenou que Stephan fosse enviado como um soldado da Camarilla Alemã para reforçar a frente de batalha, servindo como um soldado de elite aos mesmos, por mais vantagem numérica que tivesse, o Sabá decaiu frente a grande estratégia e visão militar da Camarilla, Stephan foi vitorioso, porém não retornou do Novo Mundo. Retornou anos depois quando soube que seu Senhor havia sido morto por Lupinos próximo as florestas geladas germânicas, onde prestou suas condolências e herdou todo o dinheiro e recursos que o mesmo possuía, descobriu também que o Príncipe não era mais Didieu e que este havia ido a França, aos serviços de um tal Villon. Assim, ele partiu em direção a Paris e encontrou-se com o agora Primógeno que lhe apresentou pessoalmente ao ancião Príncipe de Paris, que lhe ordenou um grupo de caça especial, uma das primeiras frentes de combate ao Sabá, para isso disponibilizou um apartamento próximo ao território da seita inimiga assim como passou o contato dos demais membros do grupo e do líder.
Ele ainda não encontrou-se com este tal grupo de caça, mas faz votos de que não tenha que matar ninguém logo nas apresentações.
Stephan é o legitimo brutamontes apavorante, com seus mais de dois metros de altura e pesando muitos quilos de músculo bruto, possuí uma força incomparável, porém também é astuto no que diz respeito a artimanhas e estratégias do submundo parisiense, provavelmente colocará tudo isso em prática assim que os Membros do Sabá novamente tentarem contato para que ele passe para a outra seita, coisa que na última oportunidade rendeu uma boa briga contra um bando inteiro de neófitos.

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fichas de Personagens

Mensagem por Danto em Seg 22 Abr 2013 - 21:10

-Nome: Dimitri Domenico Heron ( Kid codinome )
-Jogador: Miac
-Natureza: Excêntrico
-Comportamento: Autocrata
-Clã: Ravnos
-Seita: Independente
-Geração: 12°
-Refúgio: Muda constantemente
-Conceito: Mafioso
-Defeito de Clã: Viciado em apostas em geral

-||Atributos||-

─ Físicos ─
Força: ◘ ◘
Destreza: ◘ ◘◘
Vigor: ◘ ◘

─ Sociais ─
Carisma: ◘ ◘◘
Manipulação: ◘ ◘◘
Aparência: ◘ ◘◘

─ Mentais ─
Percepção: ◘ ◘◘
Inteligência: ◘ ◘◘◘
Raciocínio: ◘ ◘◘◘

-||Habilidades||-

─ Talentos ─

Prontidão: ◘
Esportes:
Briga:
Esquiva: ◘◘
Empatia: ◘
Expressão: ◘
Intimidação: ◘
Liderança: ◘◘
Manha: ◘◘
Lábia: ◘◘

─ Perícias ─

Empatia c/Animais:
Ofícios:
Condução: ◘◘
Etiqueta: ◘◘
Armas de Fogo: ◘◘
Armas Brancas: ◘
Performace:
Segurança:
Furtividade: ◘
Sobrevivência: ◘

─ Conhecimentos ─

Acadêmicos: ◘◘
Computador: ◘◘
Finanças: ◘◘
Investigação: ◘◘
Direito: ◘◘
Linguistíca: ◘◘ (Nativo: Romeno, Francês, Alemão)
Medicina:
Ocultismo: ◘◘
Política: ◘◘
Ciência:

-||Vantagens||-

─ Disciplinas ─

Animalismo: ◘◘
Quimerismo: ◘◘
Fortitude: ◘◘
─ Antecedentes ─

Status: ◘◘◘
Recurso: ◘◘◘◘
Aliados: ◘ ◘◘
Lacaios: ◘◘◘
Influencia política: ◘◘◘
Influencia Militar: ◘◘◘
Rebanho: ◘◘◘

─ Virtudes ─
Convicção: ◘ ◘◘
Autocontrole ◘ ◘◘
Coragem: ◘ ◘◘◘

─ Caminho ─
A Trilha do Paradoxo
◘◘◘◘◘.◘


─ Qualidades e Defeitos ─

Conexões no Submundo 2
Domínio 2
Informações alheias 2
Velho companheiro 2

┼ Descrição do Personagem ┼

- Cabelo: Castanho até a altura do ombro
- Cor dos Olhos: preto
- Altura: 1.78
- Peso: 60
- Idade Real: 250
- Idade Aparente: 35
- Nacionalidade: Romênia
- Cor de Pele: Caucasiano
- Imagem:


Dimitri Domenico Heron

Fenrir Leonal (Grangel, velho companheiro)


† Prelúdio de Dimitri Domenico Heron †
Dimitri nunca falou muito de sua vida pessoal para as pessoas, o que se sabe sobre ele é os rumos que ele ou alguém criou ao seu respeito.
Nascido em uma cidade próxima do castelo de Bran conhecido como o castelo de Dracula, o jovem cigano vivia sempre viajando com seu pai, para muitos a vida de um cigano nômade é algo glamouroso ou uma vida cheia de aventuras, mas para Domenico era algo solitário e deprimente, nunca tinha amigos ou até mesmo mantinha laços com as pessoas, o que o fez se tornar um jovem frio que visava apenas seu bem estar.
Imaginamos uma criança apenas criada pelo pai a qual não ia para escola, Heron não foi um símbolo para ninguém, aprendeu a roubar e ludibriar a todos que o rodeavam, com 16 anos convenceu uma cidade inteira de que uma arvore com uma espécie de rosto talhado era uma santa, cobrava a entrada do lugar, mas logo se cansou daquilo e foi embora, quando começou a chegar mais ao centro europeu ele se deparou com uma dificuldade muito grande em enganar as pessoas o fazendo tomar outras medidas, entrar para uma gangue local não era algo ruim, ele tinha proteção e conseguia levar todos com as palavras...quase todos, Leonal era um jovem promissor, grande, cara de mal, forte e sabia bater e como sabia, por diversas vezes ele pegou Dimitri no ato de seus furtos, estes que não envolviam em roubar só de terceiros e sim da gangue, era uma surra de dar dó, mas em meio aos socos, uma jaqueta nova e elevar o nome de Leonal o mesmo começou a andar sempre com Dimitri, no começo o gigante passava alguns apuros na mão do cigano, era dedurado, ia para locais onde não deveria ir e por acaso do destino apanhava da gangue rival, uma coisa que todos nunca conseguiram entender direito era por que apenas Dimitri nunca encontrou nenhum membro da gangue rival.
Com o passar dos tempos o líder foi morto por policiais quando saia de um motel com sua namorada, foi uma grande perda, ainda mais pela injustiça que havia ocorrido, imagina que pensavam que ele era um terrorista e que tinha bombas no carro, Dimitri com a ajuda de Leonal se tornou o líder da gangue e o grande brutamontes seu braço direito, na verdade era os dois braços, as duas pernas e mais um dois ciganos juntos em um homem só.
É impressionante como a policia e os políticos são facilmente manipulados quando você lhes da algo que queiram, Dark Roses se tornou a maior gangue da época, a qual nenhum louco cruzava, as vezes havia as guerras, mas os novatos precisavam ver que seus amigos morreram pelos outros o que os faziam fazer qualquer coisa.
Não se pode ter tudo que queremos na vida, ou podemos!? Linda e de olhar completamente sedutor, mulheres podem destruir impérios com apenas um gesto, seus olhos suplicavam por liberdade e Dimitri podia dar isso, foi o que fez, festas, luxo, glamour a tirar de seu chefe que cuidava da mesma com tanta devoção, parecia que o velho desejava algo nela, algo que o cigano não enxergou.
Poucas coisas devem ser lembradas quando o trauma é grande, nunca tinha visto cachorros e gatos agirem daquela forma, invadiram sua casa e destruíram tudo, pensava que sua casa estava pegando fogo , o cheiro e a sensação de calor eram tão reais, o maldito velho estava lá, desejava a garota de volta mas sorria de uma forma estranha, meus irmãos podem me enganar mas os de outra família não, foi o que ele disse antes de um cachorro ter pulado sabe-se lá de onde no pescoço de Dimitri.
Sua cabeça doía muito e este estava morrendo de sede, uma fome latente lhe batia com força, era como se não comece a dias, mas um cheiro o fez se virar para um canto escuro da sala, doce e maldito cheiro, era doce demais e parecia que algo dentro do jovem acordou, depois disso a única coisa que restou foi um corpo seco do que foi seu mais verdadeiro amor.
Angelo era o nome do maldito que matou sua amada a deixando presa próximo de uma criança que não podia se controlar, mas alem de tudo era seu novo mestre e era tão rápido com as palavras quanto o cigano.Lhe ensinou a viver na noite, seus temores e que ele só poderia confiar em si mesmo, no final era um monstro sábio.
Paris no passado era uma bomba, mas com a chegada da camarilla as coisas mudaram e tomaram novos rumos, mas um nome era conhecido no submundo Kid e a tão badalada Black Roses com sua arquitetura exótica e bem vista por todos, seu primeiro andar é um local agradável a qual qualquer pessoa que possa pagar pode se sentar e desfrutar de uma boa bebida e música ambiente, seu segundo e terceiro andar são abertos apenas de noite, salões amplos que parecem mudar de ambiente a cada mês, assim como seus níveis é o status das pessoas que os frequentam.
Um ótimo local para negócios, pois a segurança não deixa ninguém entrar com armas, afinal de contas, falar não para Fenrir é difícil quando este chega, drogas, armas, prostituições e todos tipo de informações rolam por lá.Considerado um lugar neutro pelo Saba e Camarilla, algo difícil de se conseguir,mas usando as palavras certas as coisas fluem de maneira controlada.
Antecendentes:
A policia faz vista grossa para a boate a considerando uma boate normal.
Os políticos sempre a visitam, pois ali nunca ouve “nenhuma” morte e é um bom lugar para se conhecer mulheres lindas.
Uma boa safra de “vinho” sempre em estoque.

Rebanho/Doadores:
Vegetariano
Atleta
Dieta balanceada
Prostituta
Vive de grãos
Virgem
Criança

Aliados:
Marcus Targar
Izequiel Augustus
Hadar Suliman

Lacaios:
Seguranças ex-membros da exercito Frances e uma secretaria.

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fichas de Personagens

Mensagem por Danto em Qui 25 Abr 2013 - 14:33

-Nome: Gabriel Falasca
-Jogador:Anjjeperura
-Natureza: Mediador
-Comportamento: Camaleão
-Clã: Tremere
-Geração: 7º Geração
-Refúgio: Capela
-Conceito: Médico

-||Atributos||-

─ Físicos ─
Força: ◘◘
Destreza: ◘◘◘
Vigor: ◘◘

─ Sociais ─
Carisma: ◘◘
Manipulação: ◘◘
Aparência: ◘◘◘◘◘

─ Mentais ─
Percepção: ◘◘◘
Inteligência: ◘◘◘◘◘
Raciocínio: ◘◘◘

-||Habilidades||-

─ Talentos ─

Prontidão: ◘◘
Esportes:
Briga: ◘
Esquiva: ◘◘
Empatia: ◘◘◘◘
Expressão:
Intimidação: ◘◘◘
Liderança:
Manha: ◘◘
Lábia: ◘◘

─ Perícias ─

Empatia c/Animais:
Ofícios:
Condução: ◘
Etiqueta: ◘◘
Armas de Fogo: ◘◘◘
Armas Brancas: ◘
Performace:
Segurança: ◘◘
Furtividade: ◘◘
Sobrevivência: ◘◘

─ Conhecimentos ─

Acadêmicos:
Computador: ◘
Finanças:
Investigação:
Direito:
Linguistíca: ◘◘ (Francês e Egípcio)
Medicina: ◘◘
Ocultismo: ◘◘◘◘
Política:
Ciência:

-||Vantagens||-

─ Disciplinas ─
Auspícios: ◘◘
Dominação:
Taumaturgia: ◘◘◘◘◘
Linha do Sangue: ◘◘◘◘◘
Linha do Movimento da Mente: ◘


-|| Rituais ||-
Nível 1: Proteção Contra a Destruição da Madeira; O Ritual de Apresentação; Amarrando a Língua Acusadora; Acionando o Receptáculo de Transferência; Pureza da Carne.
Nível 2: Repelente contra Carniçais; Lâmina Ardente; Colocar a Máscara das Sombras; Foco Principal de Infusão de Vitae.
Nível 3: Escudo da Presença Maligna; Travessia Incorpórea; Travessia de Espelhos.
Nível 4: Repelente contra Membros; Estilhaço Servo.
Nível 5: Pacto de Sangue.


─ Antecedentes ─8
Geração: ◘◘◘◘◘
Lacaios: ◘ (Paulo Pólo)
Recursos: ◘◘◘◘
─ Virtudes ─
Consciência/Convicção: ◘◘
Autocontrole/Instinto: ◘◘◘
Coragem: ◘◘◘◘◘

Linha da Humanidade
◘◘◘◘

─ Força de vontade ─
◘◘◘◘◘◘◘◘◘
─ Qualidades e Defeitos ─
Defeitos:
Exclusão de Presa 1 (Ruivos)
Objetivo Condutor (Linhas Raras) 3
Repulsa ao Alho 1

Qualidades:
Diablerie Escondida 3
Voz Encantadora 2

┼ Descrição do Personagem ┼

- Cabelo: Castanhos
- Cor dos Olhos: Azuis
- Altura: 1,80
- Peso: 72 kg
- Idade Real: Aprox. 200 anos.
- Idade Aparente: 27
- Nacionalidade: Americana
- Cor de Pele: Branca
- Imagem:


┼ Prelúdio do Personagem ┼

Gabriel nascera na Filadélfia. Filho de uma família que sempre trabalhou com arte e medicina. Sua mãe é artista plástica e seu pai um médico renomado. Ele possui cinco irmãos. Dentre eles, Samantha, a mais velha, com 32 anos, médica patologista, Gabriel 30 anos, biomédico microbiologista, Guilherme Falasca, 29 anos, pintor, Elisabete e Yan, gêmeos não homozigóticos, os dois ainda possuem 19 anos, e cursam faculdade na Universidade da Pensilvânia. Elisabete cursa Medicina, e Yan cursa música.

A família Falasca é bem conhecida na região. Possuem uma bela casa e seu renome fala por si só, mas isso apenas na Filadélfia.

O pai de Gabriel trabalha no hospital público da cidade e também faz trabalhos sociais por toda a Filadélfia. A mãe de Gabriel, Catarinna, é uma empreendedora. Possui o tino comercial para tudo que você pode imaginar. Onde o dedo dela está, é sucesso e lucros na certa. Além de uma habilidade ímpar para a arte.

Mas Gabriel trabalha na área médica. É legista e professor de anatomia Forense e Tanatologia na Universidade da Filadéfia. Sim, ele ministra aulas para sua irmã Elisabete.

Nascido em Dezembro, dia 16. O pequeno menino chegara em uma hora pouco confortável para a família. Catarinna e Mário estavam em tempos complicados. Havia dívidas que precisavam ser pagas e nada dava certo para os dois. Chegaram até a quase separação devido a tais fatos. Mas de repente, em um dia, Mário consegue o emprego de médico no Hospital da cidade. Um milagre realmente. Fora um concurso que ele havia prestado há quase um ano, e nem havia mais esperanças para ser chamado. E milagres acontecem.

Desde então, desde o nascimento do pequeno Gabriel, tudo mudara e os pais dele, o tratavam como o presente de Deus, pois com sua chegada, tudo mudara.

E realmente mudara. Catarinna começava a investir o dinheiro da família na bolsa de valores o que rendia muitos ganhos a família. E eles começavam a crescer financeiramente.

Depois vieram os irmãos de Gabriel. Todos com a mordomia merecida. E o tempo passou e o sucesso vinha com o tempo, após plantar as sementes e colhê-las no futuro.

Não havia problema nenhum na família, pelo contrário, era tida como a família perfeita e feliz. E realmente o era.

Gabriel cresceu, estudou e acabou se formando em medicina. No último ano de faculdade, ele se especializou em Anatomia Forense e quando concluiu a especialização, fora convidadaoa dar aulas na PENN(Universidade da Pensilvânia). Aceitou de pronto. E desde então, sua vida corrida é assim, ministrando aulas, e vivendo. De vez em quando ele encontra os amigos e sai com os mesmos para beber, conversar e aumentar os laços de amizade.

O tempo fora passando e Gabriel resolvera concluir um mestrado que unia Anatomia Forense e Tanatologia. Algo raro na época e que ainda ganhava espaço entre as outras disciplinas. O problema era que os textos eram sempre em Latim ou uma língua desconhecida para a maioria das pessoas. Os estudos de tais áreas pareciam mais interessantes e mais centrados em povos antigos como Egípcios, gregos e romanos.

Então, Gabriel resolvera aprender as línguas que tanto ele admirava. Primeiro ele resolveu aprender o Egípcio, devido a proximidade com a faculdade e com o povo de onde provinha os maiores relatos referentes as áreas de interesse do mesmo. Um professor de história lhe dava toda a atenção devida, até mais do que ele desejava.

O homem era estranho e apenas o ensinava com a condição de ser no período noturno. Ele não ligava, porque as aulas e pesquisas eram feitas durante o dia mesmo.

O estudo da língua durara um ano apenas. Gabriel era bem inteligente e aquilo parecia agradar ao homem de nome Landa Crizynsky. Ele não sabia de onde ele vinha e nem qual sua idade, mas era até jovem demais para saber tanta coisa. Dizia que sabia Canopo, Egípcio, Latim, Espanhol, Italiano, Inglês, Grego e Japonês. Muito conhecimento para alguém que tinha só 32 anos.

Tudo ia bem, até que no último dia de aula, que Landa pedira a Gabriel comparecer em trajes sociais, pois teria um jantar agradável na casa do mesmo, fora a virada do futuro cainita.

Aquele dia marcou o abraço do homem que se tornaria um Tremere. Tudo fora rápido, porém, indolor. Quando ele chegara, foram a sala de jantar da mansão do homem. Ele possuía uma biblioteca magnífica, aquilo era certo e também encantava Gabriel por sede de conhecimento. Antes do jantar, jantar este que nunca ocorreu, os dois se dirigiram para a biblioteca.

Lá, Landa começava a falar de eras antes de seu possível nascimento. Da Grécia, do Egito, dos Romanos com uma riqueza de detalhes espantosa. Gabriel apreciava aquilo até se dar conta de como ele sabia de tudo aquilo.

-Como sabes tanto sobre tais povos senhor Crizynsky? Parece que vivera entre eles. Fascinante.

Ele observava Gabriel. Talvez aquela dedução não estivesse nos planos do mesmo. E viu-se em uma situação um tanto quanto perigosa. Daquele momento em diante, Gabriel não se lembra ao certo se ele o atacou ou se o mesma fora de encontro a ele, completamente indefeso. São pensamentos que ele não entende direito, pareciam várias situações divergentes para Gabriel. A única coisa que se lembra ao certo era de que um êxtase impressionante tomara-lhe a mente e ele apenas sentira aquilo por uma eternidade, talvez bem menos, não sabia ao certo sobre o que ocorrera.

Na verdade o êxtase antecipou o Frenesi do abraço para com Gabriel. Segundo relatos de Landa, que foram bem escassos, Gabriel amputara um braço de seu senhor logo após o êxtase e a sede de fome.

Gabriel despertara alguns dias depois, com fome, com sede, com uma vontade estranha por sangue. Então, lembrara-se de alguns estudos que fizera ante a História antiga da anatomia e lembrara-se dos vampiros e suas vontades, bem como a suposta doença cancerígena que eles portavam e faziam deles mortos vivos que precisavam de sangue para sobreviver. Os nutrientes os faziam sobreviver.

Mas Landa viera logo depois. Explicou o que aconteceu e sobre seu deslize em suas palavras. Ele já confiava em Gabriel, mas não o abraçaria naquela ocasião. Seria bem depois. Gabriel tinha 29 anos ao ser abraçado.

Ele ficou sob a tutela de Landa por vastos cinqüenta anos. Neste meio tempo, descobriu que seu senhor era o Regente da capela da Filadélfia, o que era um grande cargo. E ele não abraçava ninguém, por motivos que Gabriel ainda desconhece, há trezentos anos. O último abraçado desapareceu sem deixar vestígios depois da tutela do mesmo que perdurara por cem anos.

Gabriel fizera um lacaio dos professores da PENN. Mas os cinqüenta anos que se passaram, fizeram mudanças no Tremere. Ele aprendera a taumaturgia do clã e como se interessava em anatomia Forense e Tanatologia, Landa o ensinaria apenas como buscar a tão rara Biotaumaturgia. Algo que encantou o Tremere de uma forma excepcional, mas que infelizmente não pudera fazê-lo, pois segundo relatos haviam apenas livros e manuscritos na capela de Paris.

Com medo de que Gabriel desaparecesse como sua cria anterior, Landa deixara o mesmo partir para onde desejasse. E indicou uma cidade na França, Paris. Dizia que o local era bem interessante e que possuía melhores condições de desenvolvimento ante ao clã para Gabriel. Ainda mais ligado a linhas raras que era o foco de Gabriel em sua não vida.

Imediatamente ele enviara seu carniçal, Paulo Pólo para averiguar a situação na cidade e adquirir um refúgio e informações dos outros membros, voltando uma semana depois. Sobre a Capela de Paris, ele tinha algumas informações necessárias de Landa, desde Regentes até alguns neófitos existentes.

Após quase um mês de preparações para a viagem e movimentações ante as situações mortais de sua família, Gabriel parte acompanhado do Carniçal que fizera e segue para a cidade indicada por Landa. Ele possuía algumas informações da cidade e como seu senhor desejava que ele ganhasse status na pirâmide, não mediria esforços para consegui-lo.

O Regente da Capela de Paris, segundo Landa, fora um grande amigo de séculos atrás mas que ele não o via há tempos. Landa explicara que ele era muito tradicionalista, assim como ele, mas que as coisas poderiam ter mudado muito. Os estudos sobre Biotaumaturgia deveriam ser esquecidos por hora, pois para ter acesso a documentos, livros e arquivos da capela Gabriel teria que ganhar a confiança dos membros, como em toda Capela.

E então, Gabriel parte para Paris munido de algumas informações do local.


Última edição por Danto em Qui 25 Abr 2013 - 14:37, editado 1 vez(es)

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fichas de Personagens

Mensagem por Danto em Qui 25 Abr 2013 - 14:36

-Nome: William Taylor
-Jogador: Oliveira
-Natureza: Visionário
-Comportamento: Gozador
-Clã: Ventrue (Ordem de Veddartha)
-Geração: 9ª
-Refúgio:
-Conceito: Guardião
-Defeito de Clã: Exclusividade alimentar de humanos cristãos.

-||Atributos||-

─ Físicos ─
Força: ◘◘◘
Destreza: ◘◘◘◘
Vigor: ◘◘◘

─ Sociais ─
Carisma: ◘◘
Manipulação: ◘◘
Aparência: ◘◘

─ Mentais ─
Percepção: ◘◘◘
Inteligência: ◘◘
Raciocínio: ◘◘◘

-||Habilidades||-

─ Talentos ─

Prontidão:◘◘
Esportes:◘◘
Briga:◘◘◘◘
Esquiva:◘◘◘
Empatia:◘
Expressão:
Intimidação:◘◘
Liderança:◘◘
Manha:
Lábia:

─ Perícias ─

Empatia c/Animais:
Ofícios:
Condução:◘
Etiqueta:◘
Armas de Fogo:◘◘◘◘
Armas Brancas:◘
Performace:
Segurança:
Furtividade:◘◘
Sobrevivência:◘

─ Conhecimentos ─

Acadêmicos:◘
Computador:◘
Finanças:
Investigação:◘
Direito:
Linguistíca:
Medicina:◘
Ocultismo:
Política:◘
Ciência:

-||Vantagens||-

─ Disciplinas ─
Fatalidade:◘
Rapidez:◘
Fortitude:◘

─ Antecedentes ─
Geração:◘◘◘◘
Aliados: ◘ (John Carte)
Recursos: ◘

─ Virtudes ─
Consciência/Convicção: ◘◘◘
Autocontrole/Instinto: ◘◘◘
Coragem: ◘◘◘◘

─ Trilha do Sangue Honrado ─
◘◘◘◘◘◘
─ Força de vontade ─
◘◘◘◘◘◘
─ Qualidades e Defeitos ─
Sentidos Aguçados (Visão) 1 ponto
Temerário 3 pontos
Código de honra (proteger mortais e irmãos de clã necessitados) 2 pontos

Pontos de bonus: 6 Qualidades - 2 FV - 1 Recursos - 2 Intimidação - 2 Briga - 2 Arma de Fogo

┼ Descrição do Personagem ┼

- Cabelo: Castanho
- Cor dos Olhos: Azuis Escuros
- Altura: 1,85m
- Peso: 86 kg
- Idade Real: 69 anos
- Idade Aparente: 32 anos
- Nacionalidade: Americano
- Cor de Pele: Caucasiano
- Imagem:

┼ Prelúdio do Personagem ┼

Recém promovido a tenente da polícia de Londres, William chamou a atenção de seus superiores que deram uma mão para o rapaz ascender em sua carreira. Após alguns anos servindo na polícia londrina, foi convidado a participar do Serviço de Inteligência Secreta, antigamente chamado de MI6. Para isso o jovem teve que passar por uma série de treinamentos rigorosos e exaustivos, sendo recompensado ao final com o ingresso na agência. Era um sonho realizado, proteger seu país de ameaças exteriores. Sua maior chance de mostrar serviço foi com a Guerra das Malvinas, onde foi designado à um grupo com o objetivo de recolher informações do inimigo. Seu grupo foi responsável pela retomada de uma das guarnições na Geórgia do Sul, que haviam sido tomadas pelos Argentinos. Assim como todas as outras guarnições, aquela dava vantagem para controlar o território disputado e como ficava mais perto da América do que da Europa, a chegada de reforços Britânicos foi lenta. Mas com a retomada de uma das guarnições pelo grupo de William, foram descobertas informações interessantes a cerca do exército inimigo. Com a chegada dos britânicos na guerra, o grupo usou a posição da guarnição para ajudar o exército a retomar o restante, fornecendo abrigo contra os inimigos. Com a guerra vencida e sendo prestigiado pela agência, o grupo retorna ao país com glória. Tal prestígio trouxe uma curiosidade consigo. O líder do grupo, um homem experiente dentro do serviço de inteligência, ofereceu ao grupo à oportunidade de servir não só a nação, mas à todos que necessitassem. O desejo de proteger os desfavorecidos fez com que William e mais alguns poucos do grupo se interessassem pela proposta do homem. Dias depois o homem reuniu os interessados novamente juntamente de uma bela mulher, uma nobre pelo que dava para se perceber. A mulher só observava enquanto o homem os iniciava em um mundo oculto aos humanos. A existência de seres imortais e amaldiçoados foi revelada, assim como toda uma sociedade desses seres. Ambos se mostraram vampiros que estavam interessados em recrutar soldados valorosos para uma ordem secreta para proteção de "membros" de um "clã" ou família contra o restante da sociedade. A maioria ficou horrorizada com a proposta e William se encontrava nesse meio, somente dois agentes foram tolos o bastante para dar ouvidos àquela atrocidade. William reprovou a ideia de viver eternamente do sangue de humanos, para proteger uma família que ainda nem conhecia, desistir do sonho de ter uma família e viver sua aposentadoria em paz. Após a decisão de todos a mulher se pôs a frente e falou sobre a sociedade e as famílias, tudo de um modo geral e absurdo. Parecia que esses vampiros se organizavam por clãs, cada um com suas especificações e especialidades. Era incrível e abominante saber que existiam esses monstros de forma tão organizada e oculta. Ainda assim, William se recusou a fazer parte do que era ofertado. Alguns que também eram contra enlouqueceram com a existência de vampiros e se jogaram contra a mulher. E a parte incrível vem agora. Com palavras doces em forma de uma ordem direta, a vampira se desfez de homens e mulheres treinados para o combate. Os que se rebelaram pararam em estado catatônico e de repente não se recordavam do que fora dito ali, nada sobre vampiros e sociedades místicas, eles só se viraram e foram embora debatendo sobre o treinamento dos novatos. Quanto a William e os outros seis que ficaram vendo aquela cena impotentes, a mulher somente disse que iria deixá-los pensar, pois tinham potencial para algo grande assim como os dois que aceitaram a oferta. Alguns anos se passaram, o grupo ainda tinha aquela reunião em pensamento e volta e meia discutiam sobre aquilo, enquanto o major ainda olhava por eles. Com os anos de experiência que adquiriram perceberam que o que faziam na agência já não era tão incrível e produtivo quanto antes. Agora o que eram pensamentos e discussões transformaram-se em ideias e desejos, até que por fim cederam a curiosidade e ao mundo oculto. Por um tempo foram instruídos em sua nova vida para então serem introduzidos na Ordem de Veddartha do Clã Ventrue, onde foram treinados por mestres em artes de batalha únicas até que então começaram a receber sua primeiras missões na ordem. William treinava duro em tudo que passavam para ele. Era um jeito de esquecer o que se tornara. Demoraram anos para que aceitasse sua nova condição e que ficasse menos horripilante o ser que era agora. Foram anos de negação e depressão por ter que se alimentar do que um dia já fora. Agora com a situação aceita e controlada, tinha se tornado um membro da Ordem por completo. Assim como os outros componentes do grupo era um "punhal", a primeira patente da ordem, estava familiarizado com a sociedade cainita e com o clã e desejava proteger sua nova família e tudo mais que pudesse e conseguisse.

_________________

avatar
Danto
Fundador
Fundador

Mensagens : 226
Data de inscrição : 10/03/2011
Idade : 27
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fichas de Personagens

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum